As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Viajando na fantasia

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h04

Publicado pela 1ª vez em 20/02/2009
Tem gente que gosta, tem gente que não gosta, mas o fato é que o Carnaval é mesmo um período de ficar com a alma leve e de pegar carona na fantasia. Os desfiles, com muito luxo e originalidade, já começaram.
O ministro do Trabalho, por exemplo, sai como profeta. Ele disse que o nível de emprego vai melhorar em março e que “este país” vai crescer.
No Senado, são oitenta e uma fantasias de Soneca, aquele dos sete anões. Sem votar nada neste mês, a turma já sai de fininho dizendo: “Eu vou, eu vou, pro Carnaval agora eu vou”.
Espera aí, tem um com roupa diferente! Ah, é o presidente “daquela Casa”, vestido de Zangado quando perguntam sobre o trabalho. Ele responde: “Ah, não! Ah, não!”.
Na Câmara a variedade de fantasias é bem maior. A que está na moda é a de Cinderelo no Castelo, mas o homem já disse: “Nada a declarar”. Lá também tem gente de Alice no País das Maravilhas e Mágico de Oz na base aliada. Do outro lado, todo mundo está vestido de Pirata da Oposição.
Ei, você aí, já escolheu a sua fantasia? Calma, Homem-Aranha, não precisa subir pelas paredes! Nessa época, tem Mulher Maravilha em todo o canto!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.