As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vestido para depositar

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h22

Publicado pela 1ª vez em 01/12/2009
A moda se renova a cada estação, por mais que alguns achem que nada se cria e tudo se copia. Na verdade, apesar de certos momentos de volta ao passado, o importante é o estilo pessoal de cada um, como dizem os especialistas no ramo.
Os mais conservadores, por exemplo, adoram calças com bolsos, muito práticos para receber montanhas de dinheiro, apesar de o volume aparente gerar desconfianças.
Os mais descolados preferem as calças com bolsos traseiros, úteis para abrigar boas somas em real, dólar ou euro. Mas o ideal é jogar uma camisa despojada por cima, para disfarçar tamanha abundância.
Os adeptos do estilo clássico podem optar por paletós com quatro bolsos internos e dois externos. Eles guardam notas, notas e mais notas e ninguém nota.
Para os mais introspectivos, a dica é usar e abusar das meias. As cores escuras são as melhores porque ajudam a esconder boladas de bufunfa sem chamar a atenção. O problema é o chulé, mas o dinheiro aguenta.
Os mais fogosos também não ficam fora da festa da moda. A dinheirama pode ser ricamente acondicionada em cuecas do tipo cofrinho, muito apropriadas para receber cédulas. Só é preciso tomar cuidado para que as boladas de dinheiro não atinjam a parte mais sensível, porque aí já seria um saco.
Seja qual for a escolha, o importante é não perder a classe ao ser flagrado com somas vultosas. Basta dizer que confia na Justiça e seguir em frente. Dá pano pra manga por um tempo, mas ninguém fica com as calças na mão.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: