As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Varredura implacável

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h57

Publicado pela 1ª vez em 06/05/2009
O Senado levantou o tapete e encontrou mais uma sujeirinha escondida. Senadores sérios ficaram constrangidos e quase viraram pó diante da descoberta.
Na coleta seletiva de denúncias, o mais novo saco é a suspeita de superfaturamento justamente nos serviços de limpeza da Casa, feitos por cinco empresas.
As primeiras espanadas constataram que o trabalho poderia ser executado por metade das vassouras contratadas. Apesar de aterrador, o assunto será remexido com cuidado para evitar contaminações nas reputações.
Para a rigorosa investigação, já foi chamada a Polícia Legislativa, responsável pela apuração de crimes que acontecem dentro do Congresso. Teriam os policiais poder de gari para, armados de pás e vassouras, convocar parlamentares para depor?
Melhor seria deixar o trabalho para o Wolverine. Esse, sim, agarraria o bicho do lixo à unha. Ele não é tão difícil de encontrar. Qualquer coisa é só deixar recado com o Ronaldo Fenômeno. Ele chama o doido varrido para o serviço.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.