As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Um dedo de louvor

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h39

Publicado pela 1ª vez em 15/10/2009
Hoje é dia de agradecimento a quem faz bem aos outros e nem sempre é reconhecido. Os infiéis e incrédulos estão por toda parte e precisam de uma sacudida de vez em quando.
Comecemos pelo santo ministro. Um homem magnânimo e com desprendimento suficiente para não atrasar mais a restituição do imposto de renda. Glória a ele! Obrigado, senhor dono do cofre, por não nos deixar mais chupando o dedo à espera do dinheiro.
Vamos dar vivas também ao bem-aventurado dono do cofre estadual. É um homem iluminado e cheio de graça que merece ser louvado pela benevolência de reduzir um imposto no ano que vem. Obrigado, senhor de todos os IPVAs, por não nos deixar chupando o dedo à espera da inevitável data de vencimento.
E por fim um agradecimento em nome dos hermanos que nosotros amamos tanto. Não falemos mais com intermediários. Fiquemos de joelhos diante daquele que é a própria mano de Dios. Gracias, por não ter deixado nossos mui amigos chupando o dedo a ver a Copa sem ter por quem torcer.
É isso, agradecer é preciso. Não basta ser apenas chupim!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: