As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Torcedor declarado

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h54

Publicado pela 1ª vez em 27/04/2009
Em todo o Brasil, foi um fim de semana decisivo e de muita emoção. Teve gente que passou a tarde de domingo na maior agitação, de olho em cada lance, pra não perder nada.
Cada um torcia por sua conta, sonhando com dribles no marcador feroz, querendo ganhar e correr para o abraço. Em cada campo preenchido, o tempo passava e a tensão aumentava. Tudo em busca de um bom resultado no final.
Alguns ganharam e ficaram felizes. Vibração, gritos, pulos de alegria, vontade de soltar rojão e uma sensação de alívio. Tudo misturado.
Outros perderam e ficaram tristes. Frustração, gritos também, pulos de raiva, vontade de explodir e uma sensação de cabeça inchada. Tudo misturado.
Os efeitos, bons e ruins, vão se estender pela segunda-feira, mas o negócio é ter bom senso e não exagerar. Quem perde hoje, pode ganhar amanhã. E vice-versa. O imposto de renda é mesmo uma caixinha de surpresas. Que fenômeno esse Leão, hein?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: