As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tome conta!

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h48

Publicado pela 1ª vez em 12/01/2010
Todo ano começa com a tomada de grandes decisões e ainda tem gente no embalo do novo período que se inicia, tomando aqui, tomando acolá, tomando mais à frente de novo, tomando por todos os lados, enfim, tomando sempre e cada vez mais.
No IPTU, por exemplo, tem aumento de 30, 40, 700 por cento. Mas agora é com mais emoção. O prometido simulador on-line não entrou em operação e o valor do imposto em São Paulo só será revelado na hora da chegada do carnê. Tomou?
E o IPVA? O sistema falhou de novo e teve gente tomando chá de fila de banco sem conseguir pagar. Autoridades tomaram medidas rápidas. Quem não teve a chance de quitar com desconto ganhou um prazo extra, mas o azarado que ia parcelar a conta só ficou com a alternativa de quitar tudo sem abatimento, apesar de abatido. Tomou?
Na hora de abastecer o carro, outra tomada na bomba. O preço do álcool não para de subir, mas autoridades zelosas, tomadas de preocupação com o consumidor, já tomaram a decisão de reduzir a mistura na gasolina na tentativa de baixar o preço. Só que os donos de postos já avisam que o efeito pode ser o contrário. Tomou?
Dá pra tomar uma antes de pagar? Com moderação, até dá. Mas é melhor falar baixo porque se o arrecadador ouvir ele logo vai perguntar: “Tomar de quem?”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: