As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Supremo confronto

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h52

Publicado pela 1ª vez em 24/04/2009
A turma dos panos quentes já entrou em cena, mas o clima ainda é de suprema tensão num dos mais importantes centros de decisões do país. Novas trocas de farpas não estão descartadas e outros momentos constrangedores podem ocorrer.
O reencontro entre os protagonistas de grandes embates é aguardado com muita expectativa e os dois lados dizem estar preparados para possíveis provocações. Apesar do supremo silêncio dos últimos dias, que ninguém espere troca de gentilezas quando eles estiverem novamente frente a frente. Será a dureza de sempre, com a rispidez que as circunstâncias exigem.
É até um comportamento natural de homens que defendem posições diferentes, mas é imperioso que se mantenha o supremo bom senso na disputa. O importante é não perder a compostura diante da platéia. Que cada um defenda o seu lado com lealdade, sem partir para a agressão.
Eles são homens públicos que, acima de tudo, precisam dar o exemplo para o cidadão. Este, sim, é o senhor supremo que merece respeito sempre, em qualquer situação.
O primeiro confronto já será neste domingo. Domingo? No Supremo? Não, domingo, na Vila Belmiro. Bom jogo para as excelências de Santos e Corinthians. E que o juiz fique de olho!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: