As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Que nada!

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 18h29

Publicado pela 1ª vez em 03/08/2009
O Brasil voltou a dar show na piscina no fim de semana. Dentro da água, não há ninguém neeeeeeste mundo mais rápido do que Cesar Cielo. Ele é imbatível nos 50 e nos 100 metros livres. É um cara de ouro.
Mas não é o único. Temos campeões em outras modalidades que também nos enchem de orgulho. Estão sempre nadando de braçada, são muito rápidos e bem dourados. Muito dourados.
A categoria peito é um exemplo. Somos os melhores. Temos gente que nada nas condições mais adversas, até num mar de lama, sem deixar respingar nada, nem num fio de bigode. Não é pra qualquer um. É preciso ter muito peito e resistência.
E de costas, então? É outra grande especialidade nacional. Estamos muito bem representados. Os caras só aparecem de costas para nós e não se importam com a gritaria da platéia. Eles têm retaguardas quentes e sempre levam vantagem em tudo.
Também somos os reis na categoria borboleta. Nossos atletas são de diferentes cores e muito rápidos quando se sentem acuados. Voam que é uma maravilha e ninguém consegue pegá-los.
Não tem pra ninguém mesmo. Já tentaram pegar os peitudos e nada. Já tentaram agarrá-los pelas costas e nada. Já tentaram prender as borboletas e nada. Com eles, ninguém pódio!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.