As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Quaresma parlamentar

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h30

Publicado pela 1ª vez em 24/03/2009
De Brasília chega uma notícia que já é motivo de discussão na padaria, no boteco, no estádio, na mesa do jantar, enfim em todo lugar. Não se fala de outra coisa. O país inteiro está preocupado com a falta de votações no Senado. Tem gente passando noites em claro por causa disso.
Médicos e psicólogos já estão com as agendas lotadas de pacientes atormentados com a inoperância parlamentar. Até as crianças já são afetadas. Com a precocidade dos dias de hoje, ficam sentadas na hora do recreio, tristes diante da lancheira, mastigando sem vontade.
A falta de votações também prejudica o trânsito nas grandes cidades. Motoristas ficam distraídos nos semáforos, pensando o que será do futuro de todos nós e não percebem o sinal verde, aumentando ainda mais os congestionamentos. Em outras palavras, o país parou e prendeu a respiração.
E qual é a notícia que chega de Brasília? Já tem parlamentar dizendo que os quase 90 dias sem votações foram causados por projetos muito pobres e irrelevantes. Já são mais de duas quaresmas de jejum e abstinência entre Papai Noel e o coelhinho da Páscoa.
E o pior é que depois teremos Tiradentes, 1º de Maio e as festas juninas. Por favor, excelências, tomem alguma providência. Será que não tem nenhum diretor de desentupimento de pauta de votações aí?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.