As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Profissão promissora

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 18h26

Publicado pela 1ª vez em 30/07/2009
Uma nova carreira desponta no concorrido mercado de trabalho e tem tudo para garantir a realização de quem abraçá-la. Claro que é preciso ter talento e dedicação, mas as perspectivas são animadoras.
Quem está iniciando a vida profissional deve ficar de olho nessa promissora atividade. As oportunidades são muito boas e também merecem a atenção dos que já estão na batalha e andam desanimados. Nunca é tarde para recomeçar.
O primeiro passo é não desistir e achar que tudo está perdido. O segundo é ter senso de observação. O terceiro é ir à caça e aceitar as regras do jogo. O quarto passo é fazer sempre um discurso positivo e dizer que está aberto para as mudanças. O quinto é ficar ali no lugar. Primeiro, vá ficando. Depois de um tempo, vá ficando. E mais pra frente, continue ficando, ficando, ficando.
O sucesso é garantido e o retorno mais ainda, mesmo que você deixe o posto depois de tanta “ficação”. O negócio é aproveitar a chance no durante e colher os frutos depois dos finalmente.
Pode ser que dê um frio na barriga e que bata aquela vontade de não trocar o certo pelo duvidoso, mas ainda assim vale investir nessa nova carreira e ser feliz. Se ainda tiver alguma dúvida, mire-se nos exemplos de quem escolheu esse caminho e se deu bem. Gente como o Jorginho, no Palmeiras, o Andrade, no Flamengo, e um tal de Schumacher, na Fórmula 1. Ser interino. Esta é a profissão do momento. Ser titular dá muito trabalho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: