As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O vexame do exame

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h27

Publicado pela 1ª vez em 01/10/2009
Mais de quatro milhões de estudantes se preparavam para as provas do ENEM neste fim de semana e foram surpreendidos pela matemática. O Ministério da Educação suspeita que alguém subtraiu parte do conteúdo com o objetivo de somar ganhos.
A história foi descoberta e, ao tomarem ciência do problema, as autoridades foram obrigadas a cancelar o exame. Começou a caça aos culpados e já se tem uma noção geográfica de onde estejam.
A equação pode estar mais perto do que se imagina, talvez no espaço físico da área que deveria garantir o sigilo dos testes. É preciso investigar tudo direitinho para saber quantos golpistas estão envolvidos e qual é a química entre eles.
A apuração não pode deixar dúvidas e nem perguntas sem respostas. A punição precisa ser aplicada com todas as letras para preservar a seriedade da avaliação.
Ao estudante só resta esperar e aproveitar o tempo extra para melhorar ainda mais a preparação e nem pensar em relaxar. Então, muita calma porque não é hora de vazar. É melhor deixar de lado aqueles que só pensam na Esperteza Notória em Enganação e Malandragem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: