As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O grande achado

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 16h48

Publicado pela 1ª vez em 22/04/2009
Hoje é dia de rememorar a aventura que resultou numa histórica descoberta. Navegadores perdidos foram parar numa terra estranha, onde encontraram um povo exótico.
Foram recebidos por integrantes da tribo “Nóis apóia quem manda”. Era um grupo com forte instinto de sobrevivência, que até hoje não largou o osso.
Mas a vida dos viajantes não foi tão fácil assim. Eles enfrentaram a forte oposição da tribo “Nóis samu sempri du contra”. Foram séculos de desentendimentos até essa turma deixar de ser feroz e virar paz e amor.
Os descobridores passaram a explorar as riquezas da nova terra e logo aprenderam a negociar com a tribo “Nóis qué pô a mão na bufunfa”, que prosperou e continua se dando bem até hoje.
Havia também uma derivação dessa tribo, a “Nóis só qué mordomia”. Era um pessoal que tinha regalias, como cotas pra viajar de graça em canoas. Esses nativos também sobreviveram através dos séculos e hoje só querem andar de avião.
Mas a terra descoberta há mais de 500 anos tinha uma Natureza farta e em se plantando tudo dava. Deu mesmo e ainda continua dando muitos frutos. Tudo graças aos membros do maior grupo do lugar. Eles se multiplicaram e até hoje andam pelados como nos primeiros tempos. É a tribo “Nóis trabaia pra pagá”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: