As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Natal gordo, bem gordo

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h40

Publicado pela 1ª vez em 24/12/2009
Muitos meninos se comportaram mal neste ano e talvez não mereçam ganhar presente de Papai Noel. Apesar disso, terão uma ceia farta, sem motivos para chororô.
Um deles nem vai colocar a meia na janela à espera do presentinho. O rapazinho já encheu de dinheiro a companheira inseparável do chulé e não precisa de mais nada.
Outro não vai querer ver panetone pela frente. Ele já abocanhou muitas guloseimas ao longo do ano e distribuiu as sobras para muita gente. Agora, anda meio sumido.
Mas a turma mais feliz é formada por 594 moços e moças. Eles não precisam do Bom Velhinho porque já estão com o saco bem cheio. Acabaram de embolsar o 13º salário e ainda vão engolir o 14º e o 15º.
É gente que diz “ho, ho, ho” o ano inteiro ganhando auxílio-paletó, auxílio-cueca, auxílio-meia e nunca recebe uma malha fina!
Mas como hoje é Dia Universal do Perdão, vamos deixar isso de lado e dar mais uma chance aos que erraram sem transformá-los em alvos preferenciais:
– Perdão, Papai Noel, o senhor pode nos emprestar essas botas?
………
A todos que freqüentaram este espaço e compartilharam tantos momentos diários comigo no rádio e na web, desejo um Feliz Natal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: