As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Loucos por disfarces

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h16

Publicado pela 1ª vez em 23/11/2009
O noticiário dos últimos dias mostra que é preciso tomar cuidado com gente disfarçada que anda por aí. Os camuflados estão à solta, às vezes com boas intenções, outras nem tanto.
Na região da 25 de Março, a polícia já avisa. Agentes descaracterizados estarão fantasiados para combater o comércio irregular e mãos leves que por lá circulam. Eles já estão assustadíssimos com a novidade. Não podem ver um Papai Noel dizer “ho, ho, ho” que já saem correndo, feito um bando de loucos.
Em Brasília, deputados com a reputação sob suspeita usaram outro disfarce novíssimo, nunca antes visto na história deste país. Apareceram com notas fiscais frias para justificar gastos de 15 mil reais por mês da verbinha indenizatória. Por enquanto, já são 25 enrolados que fazem cara de “eu não sabia”. Os coitados morrem de medo dos membros da implacável Corregedoria. Não podem vê-los que já saem correndo, feito um bando de loucos.
Mas os mais perigosos farsantes estão mais perto do que imaginamos e fazem carinhas de bonzinhos. Entre eles, estão tricolores e alviverdes vestidos de alvinegros. Todos correndo, feito um bando de loucos. Loucos por ti, Corinthians! Cuidado redobrado com esses caras! Nem todos são confiáveis como camelôs e deputados!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.