As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Loteria Brasília

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 21h16

Publicado pela 1ª vez em 24/02/2010
Depois da bola fora da lotérica gaúcha, chega um aviso com bola e tudo: os bolões são proibidos e quem acredita neles corre o risco de tomar bola nas costas. Em vez de ir para o bolso, a bolada pode bater direto na cara.
Mas podemos organizar outros bolões com assuntos que estão na boca do povo e já deixam muita gente bolada. Quantos dias o governador número três do Distrito Federal vai ficar no cargo? Um, dois, três, dez? Façam suas apostas.
Quanto tempo o governador número um vai ficar preso jurando inocência até o último panetone? Quinze, vinte, trinta dias? Quem arrisca um palpite?
Quem será o governador no dia 21 de abril, quando Brasília completará 50 anos? O número um de novo? O número três ainda? Ou talvez o número quatro ou o número cinco? Uma dica: não aposte no número dois.
A capital deeeeeeeeste país virou um grande jogo de azar, com chances mínimas de acerto. Até um ex-governador já ficou horRORIZado com a situação!
Realmente e “dolarmente”, aquelas “mega cenas” acumuladas foram muito bem filmadas. Um verdadeiro bilhete premiado. Enquanto uns jogam e não levam, outros ganham sem apostar. É gente que nasceu com a quina pra lua.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.