As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Já jorrou a liberdade

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h06

Publicado pela 1ª vez em 07/09/2009
Hoje é dia de reverenciar o grande libertador da Pátria, aquele que contra tudo e contra todos se levantou para proclamar a nossa independência.
No começo, muitos o viam com suspeita e até com indiferença. Achavam que ele era um desregrado por causa do comportamento explosivo feito gasolina. Outros o consideravam inacessível.
Os mais pessimistas diziam que o libertário levaria a nação ao fundo do poço. Os ácidos críticos não acreditavam que ele fosse capaz de romper com interesses estrangeiros.
Perseguidores implacáveis estavam sempre à espreita para prospectar algum novo escândalo capaz de causar a tão desejada abdicação daquele que reinava absoluto.
Mas nosso herói não se abalou com nada e cumpriu o papel dele antes que um aventureiro qualquer viesse nos explorar. Por isso, nesse dia histórico, ele merece ter o nome comprido pronunciado por inteiro. Salve Dom Pré-Sal do Fundo do Mar Petróleo Só Nosso Não Vem Que Não Tem Ninguém Tasca Sem Choro Nem Vela Passaporte do Futuro Independente… da Silva!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.