As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Injeção de ânimo

Haisem Abaki

25 de fevereiro de 2013 | 14h05

Publicado pela 1ª vez em 29/04/2010
Acaba de sair mais uma vacina contra o perigosíssimo aumento da inflação neeeeeeeeeste país. A dose, popularmente conhecida como “paulada”, será aplicada com juros na veia, mas os mais receosos também podem escolher o braço ou o bumbum que dá no mesmo.
O calendário de vacinação começa pelos especialíssimos clientes que têm a dádiva de possuir cheque especial. Todos já podem se preparar porque em breve vão tomar. A única contra-indicação é para os alérgicos a gerente de banco. Os demais podem ficar tranqüilos porque os sintomas de alguns zeros a mais na dívida são normais e passam assim que tudo for pago.
Logo depois, devem ser imunizados os felizardos que possuem cartões de crédito com limites generosos e convidativos ao gasto. Estes também já precisam ficar prontos para tomar. Apenas os alérgicos a liquidar a fatura podem sofrer alguma contra-indicação. No mais, só há um pequeno desconforto para quem entra no crédito rotativo. A pessoa fica tonta, mas o mal-estar acaba quando o débito é quitado.
E por último devem ser vacinados os adoradores dos carnezinhos de prestação. Vão todos tomar no boleto. A única contra-indicação é para os alérgicos a pagar à vista. Há ainda um ligeiro incômodo para os que pensam que a parcela cabe no bolso, mas é passageiro e termina logo que o sujeito resolve trabalhar mais para se livrar do penduricalho.
A picadinha é bem de leve. Ou então, “toma” que o juro é teu!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: