As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ih, sujou!

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h15

Publicado pela 1ª vez em 17/09/2009
O paulistano que anda por aí está tropeçando num assunto incômodo. Por mais que se queira escondê-lo, não adianta porque ele está espalhado pela cidade.
Autoridades atentas já estão se virando e revirando para dizer que o problema não é bem assim e que estão tomando providências para recolher o tema tão espinhoso.
O assunto é um saco mesmo e tem gente fingindo que não vê. Um tremendo papelão. Apesar do corte de verbas, surgem promessas de dar uma vassourada na questão e de uma fiscalização na lata, sem dó nem piedade.
Ao cidadão, resta se remexer e fazer a sua parte tomando atitudes limpas e cobrando o fim de tanta sujeira. A cidade não pode se dar a esse lixo, mas os senhores da coleta de impostos garantem que medidas aterradoras estão por vir.
Você, aí, encoste-se em alguma montanha qualquer e espere. Um certo “cesto” sentido diz que ainda vai demorar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.