As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Folguedos folgados

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 18h01

Publicado pela 1ª vez em 16/06/2009
Chegou a época das quadrilhas e todo mundo quer participar das festas. Nossos parlamentares também são devotos de Santo Antonio, São João e São Pedro e têm o direito sagrado de dançar.
Vamos recebê-los com carinho e entoar os grandes sucessos de ontem, hoje e sempre, em folguedos de pleno regozijo. Pra começar:
Sessãozinha de melão
É de votação
É de emenda meia boca à Constituição
Figurão está dormindo
Não me ouve não
Acordai, acordai, acordai, figurão
Outra que atrai multidões:
O dinheirão vai subindo, vem caindo na conta numa boa
O plenário é tão lindo e tem gente à toa
São João, São João!
Acende a trabalheira no meu senadorzão
Essa também é muito pedida:
Cai, cai, verbão
Cai, cai, verbão
Aqui na minha mão
Não vou lá, não vou lá, não vou lá
Tenho preguiça de votar
Mais uma que não pode faltar no repertório:
Pula a fogueira, deputada-iá
Pula a fogueira, deputado-iô
Cuidado para não se queimar
Olha que a fogueira já queimou o meu senador
Ah, tem muito mais. Mas o negócio é não cantar e dançar tudo de uma vez pra não cansar o parlamentar. Também é preciso forrar o estômago pra agüentar o tranco. Vai uma batata quente assando aí???

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: