As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exemplo de excelência

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h06

Publicado pela 1ª vez em 10/11/2009
Parece mentira, mas finalmente chegou o dia de dar o braço a torcer e parar com as críticas a homens que deveriam cumprir as leis e vinham dando maus exemplos à Nação.
É uma alegria inesperada ver que estes senhores não são tão ruins assim, como erroneamente pensávamos. É claro que não são santos e que já nos deram muitos motivos para desconfianças.
Nunca se preocuparam em preservar o dinheiro alheio e sempre fugiram do trabalho, preocupados apenas em garantir tudo de bom e de melhor que as mordomias poderiam oferecer a eles, aos familiares e amigos.
Agiam na sombra, muitas vezes na calada da noite. Depois, incentivados pela pizza da impunidade, passaram a atacar à luz do dia e sempre davam desculpas esfarrapadas quando eram flagrados até com dinheiro na cueca.
Mas tudo isso ficou para trás e agora surge um gesto surpreendente de dignidade que renova nossas esperanças. Eles mostraram que têm coração, na verdade mais de um. Nossas congratulações aos 126 presos da cadeia pública de Três Corações, no sul de Minas Gerais.
Eles acabam de assinar um termo de compromisso garantindo que não vão fugir pelos buracos deixados por 13 ovelhas desgarradas, apenas 13, que escaparam do presídio na madrugada de domingo. Vamos dar um voto de confiança a quem merece. Parabéns a estes homens, que estão a caminho da excelência.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: