As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Embananamento total

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h14

Publicado pela 1ª vez em 16/09/2009
Dúzias de dúvidas embananam a cabeça do consumidor paulista. A partir de hoje, a banana só pode ser vendida por peso. Serão dois meses de adaptação, mas o freguês já pressente que vai engolir um aumento de preço, com casca e tudo.
Feirantes apresentam uma baciada de justificativas e dizem que não estão acostumados com a balança. Eles ainda têm tempo para acertar os ponteiros e evitar uma penca de multas nada nanicas.
Os fiscais prometem agilidade de macaco e vão ficar de olho nem que tenham que plantar bananeira na feira. No começo, muita gente vai reclamar. Depois, todo mundo se acostuma e continua a devorar a deliciosa fruta.
O brasileiro é o campeão em consumo de bananas e às vezes nem percebe. Uma das mais engolidas é a banana do telefone mudo. Outra muito saborosa é a banana do celular que não pega. Tem também a banana da banda larga que não consegue um fiapo de conexão. Isso sem contar os cachos e mais cachos de bananas de impostos, juros, taxas e tarifas. Quem nunca passou por isso que atire a primeira banana. Mas bem pesada!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: