As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Eleição de lavada

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 19h24

Publicado pela 1ª vez em 29/09/2009
Candidatos às próximas eleições passaram mal na última noite. Os coitados não conseguiram dormir de tanta preocupação. Tudo por causa de um tal Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.
Os postulantes a trabalhar pelo bem comum estão atônitos em razão de um documento com um milhão e trezentas mil assinaturas que chega hoje à Câmara. O projeto de iniciativa popular é um chute no saco de boas intenções dos chamados “candidatos ficha suja”.
O comando da Casa já prometeu ra-pi-dez na vo-ta-ção da pro-pos-ta, que impede candidaturas de quem foi denunciado ou condenado por ter olho gordo ou mão grande.
É uma tremenda injustiça porque todos agiram assim “sem querer querendo” e agora só precisam de uma chance de mostrar que só querem se dedicar de corpo, bolso e alma à Nação.
Vamos dar um voto de confiança para que possam limpar a barra. Eles vão aprender a lavar, enxaguar e centrifugar. Depois, é só passar o ferro. Não, é melhor ficar com a roupa amassada mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.