As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com a mão na massa

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 18h55

Publicado pela 1ª vez em 28/08/2009
Estudantes universitários passam a ter uma oportunidade de ouro para abraçar a carreira escolhida. Será a chance de fazer estágio e aprender na prática com quem já é profissional (muito profissional) e tem bons exemplos a dar.
Os candidatos terão a rara chance de acesso a uma formação multidisciplinar num lugar que dá lições de vida (boa vida). História (muita história), Língua Portuguesa (com enfoque na boa lábia) e Matemática (com especialização em multiplicação) estarão entre os ensinamentos oferecidos.
Isso sem contar as noções básicas de civismo, patriotismo, casuísmo e nepotismo. A jornada de trabalho será de quatro horas diárias, sem prejuízo às atividades acadêmicas. O salário, incluindo benefícios, pode chegar a 950 reais por mês.
As regras acabam de ser divulgadas e já provocam alvoroço. Candidatos com Q.I. de todos os tipos vão se mobilizar em busca das vagas. Todos poderão aprender muito com quem indica os melhores caminhos para um futuro promissor, com dignidade, generosidade e amizade (muita amizade).
Eles merecem ser recebidos com faixas (e na faixa). Parabéns, novos estagiários do Senado!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: