As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ceia farta

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h33

Publicado pela 1ª vez em 16/12/2009
Depois da variedade de panetones sugerida ontem, é hora de escolher outros produtos típicos da época e garantir uma boa ceia. Se o evento ocorrer em Brasília, é melhor apressar as compras porque o estoque está acabando.
Um dos itens mais procurados é a castanha-do-caraminguá. A fruta dá em qualquer lugar, principalmente gabinetes. Só que é preciso tomar cuidado porque pode provocar consumo compulsivo. Quando o sujeito percebe, além de comer, já está enfiando tudo na cueca e na meia.
Outra que não pode faltar é a noz-sempre ganhamos. É para poucos, mas rende várias porções. Existe também uma variação rara conhecida como venha-a-noz. Quem já experimentou diz que ficou com um gostinho de quero mais, mais, sempre mais, cada vez mais.
Para os que gostam de sabores mais adocicados, vale apreciar a uva-tudo-passa. É deliciosa e faz todo mundo se esquecer de acontecimentos desagradáveis.
Também não podem faltar o leitão com um maço de dinheiro na boca e o peru enfeitado com folhas de arruda.
Se não tiver dinheiro para tudo isso, não se preocupe. Pague apenas o pato e tenha uma bela ceia. Já é suficiente para deixar qualquer um farto, bem farto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: