As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Batendo um bolão

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 20h21

Publicado pela 1ª vez em 30/11/2009
O fim de semana foi mais uma prova da nossa indiscutível superioridade no grande esporte nacional. Os adversários podem morrer de inveja porque não tem pra ninguém.
Alguns estão comemorando mais hoje, outros ficaram mais tristes, mas o fato é que todos são bons nisso, seja qual for o nome, a cor ou o escudo. Temos os melhores dribladores e ponto final.
É só prestar atenção nos lances para ver os nossos campeões. As imagens mostram a mais pura arte. Numa delas, um craque vai com tudo para o ataque, leva uma bolada na altura do bolso, mas não desiste e fica na cara do gol. Caixa!
Em outra grande armação, estratégias são combinadas e os passes e repasses são perfeitos, com endereço certo. Tudo minuciosamente calculado para todos saírem ganhando. Caixa!
A defesa também demonstra firmeza e não se abala com nada. Chega sempre junto, morde muito e ainda vai aos maços para o ataque, numa postura digna de nota, nota e mais nota. Caixa!
E quando a coisa aperta, surge a irreverente criatividade brasileira. A jogada da grana na meia foi sensacional. Caixa!
Esse time não perde nunca. E se alguém vier com olho gordo é só colocar um galhinho de arruda para atrair a sorte. Caixa!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: