As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Anexo sem nexo

Haisem Abaki

24 de fevereiro de 2013 | 18h03

Publicado pela 1ª vez em 17/06/2009
Na correria diária, quase não sobra tempo para deixar a correspondência em dia. É muito e-mail chegando, sempre com informações e propostas interessantes. Vou tentar responder a esses grandes amigos.
Ao bondoso compadre que fez um polpudo depósito na minha conta, sou grato pela dinheirama. Não abri o anexo porque tenho medo de deixar algum zero cair por aí.
Ao assustador “Dr. Autoridade” que me avisa de um processo perante as garras da lei, agradeço pela intimação. Não abri o anexo porque sou muito influenciável e posso achar que virei bandido.
Ao solícito companheiro que me pede para corrigir erros na declaração de imposto de renda, minha eterna gratidão por se preocupar comigo enquanto penteia a juba. Não abri o anexo porque sou apenas burro de carga e não burro.
Ao mano que quer compartilhar comigo as fotos da mais nova gostosa do pedaço, meu muito obrigadoô. Não abri o anexo porque está muito frio e a moça pode pegar um resfriado.
À dadivosa popozuda que me enviou fotos tiradas no motel, minha admiração em abundância. Não abri o anexo para não escorregar na banheira.
Enfim, a toda essa gente desinteressada, vai meu agradecimento por tanta falta de nexo. Já deletei tudo, mas não fiquem perplexos nem tenham qualquer tipo de complexo. É puro reflexo!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.