O que é ser um startup?

Geraldo Nunes

29 Junho 2015 | 06h17

A Rádio Estadão nas madrugadas mantém seu espaço aberto ao ouvinte que entra em contato com a emissora pelas redes sociais, interagindo na programação. Dia desses noticiávamos um encontro de startups em São Paulo e veio uma pergunta pelo WhatsApp 994811777. Quem é ou quem pode ser um startup?

Nem tudo sei de pronto para responder e o que não sei saio a pesquisar pela internet nestes horários dedicados aos notívagos e insones. Sou do tempo em que startup era unicamente uma marca de calça jeans. Depois entrou a palavra passou a constar nos dicionários de “economês” como microempresa.

Agora pesquisando na web descubro que uma startup é aquela empresa tocada geralmente por um jovem ousado e criativo que desenvolve algo inovador com custos de manutenção muito baixos e que está crescendo rapidamente e obtendo lucros cada vez maiores. Outra definição para o startup é o da pessoa à procura de um modelo de negócio em condições de extrema incerteza e que acaba dando certo.

Assim, por exemplo, começaram os negócios do Google hoje uma das empresas que mais faturam no mundo, cobrando dos patrocinadores a cada click nos anúncios mostrados. Um outro exemplo de startup são os compradores de franquias: Paga-se um valor alto mas se tem acesso a uma receita de sucesso com o suporte do franqueador facilitando as chances de se obter lucro.

Ser um startup é buscar crescimento cada vez mais em receita e produtividade, com custos crescendo bem mais lentamente. Isso fará com que a margem de lucro seja cada vez maior. Acumulando lucros se gera a riqueza. Pode parecer difícil, mas é possível e para tudo que dê certo é necessário acima tudo muito trabalho e dedicação. Tendo dúvidas sobre qualquer assunto encaminhe suas perguntas para mim, no Estadão Notícias da Rádio Estadão em FM 92,9 da meia – noite às cinco da manhã.