Sem perícia

Estadão

05 Fevereiro 2010 | 16h05

Os médicos do Departamento de Perícia Médica do Estado estão em greve há 48 horas. Assim, o atendimento à população que necessita de perícia está lento e ruim. Há pouco, as negociações entre o governo estadual e o Sindicato dos Médicos de São paulo foram rompidas. Os profissionais da saúde querem melhorias no salário (cerca de R$ 1.500) e alegam estar sofrendo agressões verbais e físicas por parte das chefias.