Sem livro

Estadão

10 Março 2009 | 07h09

Lamentável. Atualmente, o acervo das bibliotecas infanto-juvenis em nove subprefeituras da capital é zero. Isso mesmo. O número per capita de livros disponíveis por habitante na faixa etária de 7 a 14 anos em Cidade Ademar, Cidade Tiradentes, Ermelino Matarazzo, Jabaquara, M’Boi Mirim, Parelheiros, São Mateus, São Miguel, Vila Maria/Vila Guilherme é zero. A Unesco recomenda, no mínimo, dois livros per capita em cada distrito. A que apresenta melhor resultado é a subprefeitura da Sé, com 13,37 livros per capita, segundo levantamento do Movimento Nossa São Paulo. Das 31 subprefeituras paulistanas, somente oito atingem a meta recomendada.