São Bernardo vai construir o Museu do Trabalhador

Estadão

25 de novembro de 2010 | 12h09

Palco do movimento sindical onde Lula surgiu para a política e berço do PT, a cidade de São Bernardo do Campo vai abrigar o Museu do Trabalho e do Trabalhador (foto acima). O objetivo da prefeitura local é tornar o espaço, dedicado à história das relações trabalhistas da cidade e região do ABC, conhecido internacionalmente. O museu no ABC será construído no local do antigo prédio do Mercado Municipal, região central do município, que foi desativado em 2004. 

De acordo com o prefeito Luiz Marinho, o museu vai utilizar recursos de artes gráficas e visuais, tecnologia 3D e digital que também vai permitir dispor todo o acervo para o mundo. O espaço terá 5 mil metros quadrados para exposições e uma mostra permanente que contará as várias fases da história do trabalho em São Bernardo, assim como o Museu do Futebol, na capital, faz com a história do esporte no Brasil. O museu no ABC terá como grande estrela o presidente Lula.

Haverá ainda um jardim com ferramentas em grande escala, que remeterá ao mundo do trabalho, desde as primeiras que surgiram até as máquinas utilizadas atualmente, além de espaços de convivência e pesquisa de referência sobre o mundo do trabalho, loja para venda de souvenir e auditório para 200 pessoas. Para isso, o investimento que faz parte do convênio da prefeitura com o Ministério da Cultura será de R$ 18 milhões. O edital para construção será lançado até dia 30 de novembro e a construção tem previsão de início para março de 2011. A conclusão é estimada para 12 meses.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: