Mais consumo D e E

Estadão

22 de dezembro de 2009 | 11h42

O consumo de bens não duráveis cresceu 9,7% em volume médio no terceiro trimestre de 2009 no comparativo com igual período de 2008. A classe DE foi a campeã de consumo, com expansão de 16,8%. A classe C registrou um aumento de 7,7% no volume médio de compras, enquanto AB aumentou o consumo em 5,2%.
Os dados constam de estudo da LatinPanel, empresa de pesquisa de consumo domiciliar da América Latina, que capta semanalmente os dados de consumo em 8,2 mil domicílios brasileiros. A amostra avalia a performance de mais de 70 categorias e representa 91% do potencial de consumo domiciliar do país.
O gasto médio pelas famílias com as cestas de alimentos, bebidas, higiene pessoal e produtos de limpeza cresceu 10,7% no terceiro trimestre de 2009, ante o mesmo período de 2008. A classe DE puxou a expansão, com 14,3% de aumento de gastos. O segundo maior crescimento se deu na classe AB (9%). Seguida pela classe C (8,4%).
A categoria de alimentos, com um aumento em volume médio de 13,8% no terceiro trimestre de 2009, ante o mesmo período de 2008, foi a principal responsável pelo crescimento do consumo de bens não duráveis. Limpeza ficou logo em seguida, com ascensão de 9,2%, e bebidas em terceiro, com 6,2%. A cesta de higiene e beleza cresce porém em menor patamar, com 3,1%.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: