Inelegível

Estadão

20 Fevereiro 2009 | 11h51

O ex-prefeito Celso Pitta pode ficar proibido de concorrer a cargos público até 2017. É que a Câmara Municipal rejeitou a prestação das contas de sua administração referentes ao ano 2000. É a segunda vez que as contas da gestão Pitta não passam pelo crivo dos vereadores. A outra foi a do ano de 1999. Resta ainda avaliação das contabilidades de 1997 e 1998. Depois de ser filmado de pijama durante ação da PF em sua casa e dos entreveros familiares, a situação ficar cada vez pior para o ex-prefeito.