Greve dos lixeiros

Estadão

22 Abril 2010 | 19h19

Os garis e os lixeiros da cidade de São Paulo prometem greve por tempo indeterminado a partir de terça-feira, dia 27. Eles alegam que o sindicato das empresas não renovou norma coletiva que expirou em fevereiro.

A partir das 6 horas de terça-feira não haverá limpeza urbana na capital: coleta de lixo domiciliar, varrição de ruas, manutenção e serviços complementares (limpeza de feiras, monumentos, praças, etc).

A greve é marcada em período em que as empresas contratadas pela Prefeitura reivindicam reajuste nos contratos. Cada uma das duas concessionárias recebe mensalmente cerca de R$ 25 milhões. O contrato total é de R$ 10 bilhões.

Mais conteúdo sobre:

Greve; contrato