Coincidências legislativas

Estadão

04 Março 2010 | 18h56

Os vereadores de São Paulo aprovaram quarta-feira, em primeira votação, o projeto de lei 528/09, de Carlos Alberto Bezerra Júnior (PSDB), que “substitui o uso de sacolas plásticas descartáveis por sacolas reutilizáveis”. Salutar. Entretanto, no dia 13 de novembro de 2009, os mesmos parlamentares já haviam aprovado o projeto de lei 38/09, de Claudio Fonseca (PPS), com o mesmo teor e proposta.
O texto de Bezerra Júnior diz em seu primeiro parágrafo: “Entende-se por sacolas reutilizáveis aquelas confeccionadas por material resistente à novas utilizações, que suportem o acondicionamento e atendam ao transporte de mercadorias.”
E Fonseca, também no primeiro parágrafo, redigiu: “Entende-se por sacolas reutilizáveis aquelas que sejam confeccionadas em material resistente e que suportem o acondicionamento e transporte de produtos e mercadorias em geral, e atendam as necessidades dos clientes.”
É muita coincidência. Será que as assessorias da Casa e dos parlamentares não havia detectado a semelhança entre as propostas? O PL do vereador do PSDB foi apresentado em 14 de agosto de 2009. O do colega do PPS seis meses antes, no dia 5 de fevereiro.