Cheiro de azedo

Estadão

19 Fevereiro 2010 | 13h39

O governdor de São Paulo, José Serra, e potencial candidato do PSDB à Presidência da República foi informado pela cúpula DEM/PSDB que a candidatura de Dilma Rousseff reúne condições de crescer ainda mais e consequentemente derrotar a chapa demo-tucana à sucessão de Lula. O discurso, dito com todas as letras e todo o cuidado, é baseado em pesquisas e análises de cientistas políticos ligados às duas siglas. O ar ficou meio azedo depois da conversa.