Volta às origens
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Volta às origens

'Resgatado', busto está no Largo São Francisco

Edison Veiga

02 Agosto 2016 | 14h51

Foto: JF Diorio/ Estadão

Foto: JF Diorio/ Estadão

Em parceria com LAURA CAPELHUCHNIK

A história foi daquelas incríveis, que só mesmo um estudante universitário – ou, no caso, um grupo deles – é capaz de protagonizar. Tudo começou no início do século passado, quando os alunos do Largo São Francisco decidiram eleger três grandes poetas que estudaram ali e homenageá-los com bustos de bronze. Mereceriam a honraria Alvares de Azevedo (1831-1852), Castro Alves (1857-1881) e Fagundes Varela (1841-1875). Campanhas foram organizadas para bancar a iniciativa. O dinheiro, entretanto, só foi suficiente para o primeiro busto, o de Azevedo (foto).

Quando ficou pronto, em 1907, a faculdade decidiu doá-lo à cidade. Acabou instalado na Praça da República. Mas sua semelhança com Varela era tanta que logo surgiu a lenda de que o escultor trocara
as cabeças.

Desde 2006, a estátua não fica mais na Praça da República. Durante a Virada Cultural daquele ano,
integrantes do Centro Acadêmico XI de Agosto literalmente a arrancaram da praça e levaram para o Largo São Francisco. Foi o ápice da campanha ‘Volta, Álvares’, iniciada no ano anterior.

Mais conteúdo sobre:

HistóriaSão Paulo