As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma orquestra rock-and-roll

Edison Veiga

18 Janeiro 2011 | 07h18

BATUTA
FOTO: ADRIANO ESCANHUELA/ DIVULGAÇÃO

Quem disse que não dá para misturar uma orquestra sinfônica com uma banda de rock? Quem duvida pode tirar a prova na Sala São Paulo, às 18h do dia 25. Para comemorar o aniversário de 457 anos da cidade, a Banda Sinfônica do Estado de São Paulo se junta ao grupo de rock Dr. Sin. Sob a regência do maestro Marcos Sadao Shirakawa, serão executados sucessos dos Beatles, Led Zeppelin, Black Sabbath, Deep Purple, Pink Floyd, Ramones, Queen e Chuck Berry.

O cantor, compositor e radialista Kid Vinil assume o papel de anfitrião da noite, narrando o evento e contando a história do rock. Ao público, um recado: nada de ficar quieto o tempo todo nas cadeiras – vale se empolgar e dançar ao ritmo das canções.

Não é a primeira vez que essa inusitada combinação entre o erudito e o pop acontece em São Paulo. Em novembro do ano passado, a mesma formação se apresentou – e foi um sucesso.

A Sala São Paulo fica na Praça Júlio Prestes, 16, no bairro da Luz. Para mais informações, basta ligar para (11) 3223-3966. Os ingressos da apresentação custam R$ 10.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 17 de janeiro de 2011