Uma cabine para ouvir as memórias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Uma cabine para ouvir as memórias

Edison Veiga

21 de agosto de 2012 | 04h42

VOCÊ NO MUSEU

O Museu da Pessoa terá uma cabine na 35.ª Feira de Artes da Vila Madalena – que ocorre no próximo domingo nas Ruas Fradique Coutinho, Wisard, Fidalga e Mourato Coelho. Trata-se do projeto Museu Que Anda, que pretende entrevistar pessoas por cerca de 20 minutos para incorporar os relatos ao acervo da instituição. A participação é grátis, não precisa ser agendada previamente e o entrevistado ganha um certificado.

É a 16.ª vez que o Museu da Pessoa promove ação semelhante – a primeira foi no ano 2000, no Metrô, mas o projeto também já instalou uma cabine itinerante em locais como a sede da escola de samba Vai-Vai e a Avenida Paulista.

Fundado há 20 anos, o Museu da Pessoa é um espaço aberto, colaborativo e virtual que tem como objetivo registrar as histórias de vida de toda e qualquer pessoa, para que isso se torne fonte de conhecimento. Atualmente, seu acervo tem 15 mil depoimentos de histórias de vida e 72 mil documentos e imagens.

O conteúdo pode ser consultado no site www.museudapessoa.net.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 20 de agosto de 2012

Tem Twitter? Siga o blog