SP terá 3 projetos em bienal de arquitetura
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

SP terá 3 projetos em bienal de arquitetura

Edison Veiga

28 de junho de 2012 | 04h01

Três projetos desenvolvidos por escritórios paulistanos vão representar o Brasil na 8.ª Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo (Biau), em setembro, em Cádiz, na Espanha. Serão uma casa – projetada há dois anos e construída em São Paulo no ano passado -, um edifício residencial também paulistano e a sede nacional do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em Brasília.

Foram 152 projetos inscritos e apenas 26 selecionados – os três brasileiros entre eles. Os demais são imóveis em várias cidades, entre elas Viña del Mar (Chile), Granada (Espanha), Coimbra (Portugal), Buenos Aires e Cidade do México.

Os arquitetos Álvaro Puntoni, João Sodré e Jonathan Davies, do Grupo SP de Arquitetura, emplacaram dois dos três projetos brasileiros selecionados. Um deles é a sede do Sebrae, em Brasília, obra de 25 mil metros quadrados.

O outro é um edifício residencial na Rua Simpatia, na Vila Madalena, zona oeste de São Paulo, com um décimo do tamanho do imóvel de Brasília. Ele se destaca em uma região cheia de pequenas casas.

Batizado de 4×30 (em alusão às medidas do terreno), o terceiro projeto brasileiro é uma casa no Jardim Europa (foto acima), na zona sul. Encravada entre outras residências, tem poucas faces iluminadas. “Era um desafio”, diz o coautor Lourenço Gimenes, do escritório FGMF Arquitetos. A parceria foi feita com sua mulher, Clara de Oliveira, do CR2Arquitetura. Outros arquitetos das duas equipes trabalharam no projeto.

(sinopse da coluna exibida em 1º de junho pela rádio Estadão ESPN)

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.