Se esta rua…
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Se esta rua…

Blogueiro vai atrás de nomes curiosos de vias paulistanas

Edison Veiga

28 Maio 2015 | 07h53

Foto: Márcio Fernandes/ Estadão

Foto: Márcio Fernandes/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________
Redator de livros didáticos, jornalista e estudante de fonoaudiologia, o paulistano Danilo Rodrigues, de 26 anos, se tornou uma espécie de colecionador de nomes de ruas da cidade. Mas não valem quaisquer nomes – ele se interessa mesmo é por aqueles mais incomuns. “A maioria da ‘literatura’ sobre o assunto acha que a única rua com nome estranho de São Paulo é a tal da Borboletas Psicodélicas”, comenta ele. “Mas são vários. Os nomes de músicas sempre dão uma combinação estranha: Cabocla Dengosa, Cantiga do Bem Querer, Valsa Sideral, Três Episódios, Marquês de Rabicó, Menina Dengosa, Gita (e várias do Raul Seixas). Tem até a Rua Macarena e a Rua Katinguelê.”

Em 2012, Rodrigues começou a compartilhar este conhecimento em um blog, o Ruas Estranhas (ruasestranhas.wordpress.com). Onde, de forma bem-humorada, ele descreve e explica as bizarrices da malha viária paulistana. “Poemas e livros também são de doer: Diálogo dos Ecos, Do Laço de Fita, Do Segredo, Do Homem Cordial… Na Penha, há um bairro inteiro onde as ruas são partes do corpo humano em tupi: Bueru (olhos), Capiacaci (língua), Coperema (coxa), Enani (orelha), etc. E há também homenagens a pessoas com nomes bizarros: João Bizarro da Nave, Zo Wada, Simão Vieira Lindo, entre outros”, exemplifica.

Entre os seus favoritos, está um bairro de Parelheiros, que “nem calçamento tem”. Chama-se Jardim Oriental. “A rua de entrada é a Dos Ventos do Amor, que faz esquina com a Do Sordino, Sinfonia Pastoral, Trova Saudosa, Valsa Lenta, Valsa Sideral, Sonata ao Mar, Sonata Patética e Três Episódios”, relata.

(Sobre a foto: Charanga do Circo é homenagem a uma peça para piano composta por Yves Schmidt)

Mais conteúdo sobre:

CuriosidadePaulisticesSão Paulo