‘Roubaram a Lagosta’, a música
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Roubaram a Lagosta’, a música

Edison Veiga

15 Maio 2013 | 04h44

No início do mês, foi reinaugurada a Fonte Monumental da Praça Julio Mesquita, no centro de São Paulo. Sabia que o local inspirou Adoniran Barbosa? Veja a letra de Roubaram a Lagosta:

Na praça Julio Mesquita
Tem a estátua da lagosta
Quem passa de longe enxerga
Quem passa de perto gosta
E a lagosta de bronze
Fica esperando bom dia
Mas tem gente distraída
Que nem para ela espia.
Por uma razão muito forte
Ela em bronze foi lembrada
Inauguração na praça

Uma fita foi cortada,
Teve discurso, foguetes,
Teve churrasco e bebidas,
Teve mágicos e palhaços,
Futebol, flerte e corrida.
Mas isso ficou para trás
Não sei que forma que tinha
Essas coisas não se faz

Agulha não vai sem linha
Deixe a lagosta em paz
Muito bom ficar sozinha
Mas é melhor ficar seca ou molhada
Do que ser derretida ou roubada.

Tema da coluna veiculada pela rádio Estadão em 3 de maio de 2013