Restauro histórico
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Restauro histórico

Edison Veiga

26 Agosto 2014 | 07h41

Foto: Márcio Fernandes/ Estadão

Em um trabalho inédito, conduzido por Maria Teresa Vidigal, as 13 imensas pinturas sacras que adornam o teto do altar da Basílica de Nossa Senhora da Assunção – mais conhecida como a igreja do Mosteiro de São Bento – foram colocadas no chão de uma sala da instituição religiosa. Ali, a restauradora, que soma 36 anos de experiência na área, pôde recuperar, uma a uma, as históricas telas, que datam dos anos 1920. “Foi um exaustivo trabalho de limpeza dos materiais oxidados e sujos por quase 100 anos de incenso, pó e poluição”, diz ela, na reta final na empreitada. Maria Teresa conta que, quando foi chamada para recuperar os quadros, há três anos, o plano era só limpá-los, utilizando um andaime, sem nem tirá-los do teto da igreja. “Mas notei que ele estavam abaulados de tanta sujeira. Ou seja, poderiam rasgar.” Então, as peças foram retiradas de lá, ‘reenteladas’ com resina e recuperadas meticulosamente.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 22 de agosto de 2014

Tem Twitter? Siga o blog