Qual é o patrimônio histórico mais antigo de SP?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Qual é o patrimônio histórico mais antigo de SP?

Foi um meteorito que fez

Edison Veiga

13 Setembro 2014 | 08h11

Foto: Paulo Liebert/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Sem dúvida, a Cratera de Colônia, localizada na borda sudeste do Planalto Paulistano, extremo sul do município, na região de Parelheiros. Descoberta acidentalmente em 1961, estima-se que exista há 20 milhões de anos – alguns pesquisadores chegam a dizer 36 milhões de anos -, quando um meteorito teria caído ali.

É tombada pelo Condephaat, o órgão estadual de proteção ao patrimônio, desde 2004. A cratera possui formato circular, envolto por um anel externo de relevo colinoso que se eleva até 125 metros da planície central pantanosa em uma superfície com 3,64 km de diâmetro. Chama a atenção de cientistas porque é a única com preenchimento sedimentar de turfa no Hemisfério Sul – aproximadamente 400 m de espessura.

Atualmente vivem no local cerca de 35 mil pessoas. O bairro se chama Vargem Grande e é resultado de um loteamento irregular, surgido em 1987 depois que a União das Favelas do Grajaú (Unifag) rateou entre 3 mil pessoas uma chácara comprada do alemão João Rinsberg.

Notícias relacionadas