Psiu, tem alguém aí?
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Psiu, tem alguém aí?

Edison Veiga

17 de setembro de 2010 | 15h45

Na última terça-feira, sem me identificar como jornalista e utilizando um endereço de e-mail pessoal, decidi fazer uma reclamação ao Psiu, o Programa de Silêncio Urbano da Prefeitura de São Paulo. O motivo era bem justo: como qualquer cidadão, que paga seus impostos em dia, tenho direito – julgo eu – a dormir. Além disso, há tempos queria criar uma seção nova aqui no blog. Webcidadão irá testar serviços, públicos ou não, que – ao menos em tese – funcionam pela internet.

Pois bem. A saga começou na terça, quando registrei a reclamação número 9481419 no site mantido pela prefeitura. Imaginava ao menos receber um e-mailzinho do pessoal de lá dizendo “olha, obrigado, sua reclamação chegou aqui e vamos fazer de tudo para resolver isso rapidinho”. Ou algo mais formal: “Caro Sr. Edison Veiga, obrigado por recorrer à Prefeitura de São Paulo. Sua mensagem eletrônica foi encaminhada ao setor responsável e, em breve, seu problema será resolvido. Sem mais, subscrevemo-nos.” (Vejam que nem estou falando do mundo ideal, quando a pronta resposta já deveria conter detalhes da resolução da questão!).
FOTO: REPRODUÇÃO

Esperei um dia, e nada. Dois dias, e nada. Acredito que 48 horas é tempo o bastante em se tratando de internet, não é?

Ontem procurei – identificando-me como jornalista e explicando a ideia desta seção do blog – a Secretaria das Subprefeituras em busca de uma resposta. Queria ao menos saber onde é que minha mensagem estava. A resposta chegou há pouco, em forma de nota, em meu e-mail:

“Como se trata da primeira reclamação para o local, o procedimento, de acordo com a legislação que rege o programa, é o envio de um comunicado para o estabelecimento informando que ele está descumprindo a legislação e orientando-o sobre como se adequar. As subprefeituras oferecem, inclusive, assessoria técnica para orientar os estabelecimentos que desejem realizar as adaptações necessárias. Se uma segunda reclamação for registrada equipes do programa fiscalizarão o local e, constatada a irregularidade, o mesmo será multado.”

A Assessoria de Imprensa ainda completou a informação, garantindo que a notificação ao estabelecimento foi emitida ontem e será enviada ao responsável por correio. Informação esta que ainda não aparece no site, quando solicito detalhes sobre o andamento da reclamação 9481419. Continuamos acompanhando, portanto.
FOTO: REPRODUÇÃO

E você? Já tentou recorrer ao Psiu? Quer nos contar algum caso de reclamação ou sugestão on-line de algum outro serviço? Precisa fazer alguma solicitação e quer que o blog acompanhe? Escreva para mim.