Protetores dos arcos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Protetores dos arcos

Edison Veiga

13 Abril 2017 | 17h47

Foto: Beatriz do Valle/ Sabesp/ Divulgação

Foto: Beatriz do Valle/ Sabesp/ Divulgação

Para evitar depredações nas quatro adutoras de água que cruzam os rios Pinheiros e Tietê – conhecidas como Arcos da Sabesp –, uma parceria foi firmada entre a companhia de saneamento e a Prefeitura de São Paulo. A partir de agora, ex-moradores de rua – como Williame Galdino, de 41 anos (foto) – passam a trabalhar como ‘guardiões dos Arcos’. As adutoras começaram a ser restauradas pela empresa em janeiro.

Mais conteúdo sobre:

São Paulo