Por pouco, o Ibirapuera não virou aeroporto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Por pouco, o Ibirapuera não virou aeroporto

Ideia foi lançada pela antiga Vasp

Edison Veiga

14 Setembro 2014 | 07h30

Foto: Ernesto Rodrigues/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________
Em 1935, a Viação Aérea São Paulo (Vasp, fundada dois anos antes) lançou a ideia de aproveitar o terreno vazio – que daria origem ao Parque do Ibirapuera, inaugurado em 1954 – para a construção de um aeroporto.

De acordo com atas da Sociedade Amigos da Cidade, as vantagens apresentadas pela companhia seriam de que aquela área constituiria “um campo seguro, próximo e livre de neblina”. O projeto não foi adiante porque, segundo as mesmas atas, “o terreno é turfoso, inconsistente, considerado inadequado pela Panair e pela própria Vasp”.

No ano seguinte, a cidade ganharia o Aeroporto de Congonhas – na foto acima, o terreno que acabaria ocupado pela companhia aérea ao lado do aeroporto.

Notícias relacionadas