As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Parque Augusta: juiz mantém reintegração de posse

Procedimento deve acontecer nesta quarta, na parte da manhã

Edison Veiga

03 Março 2015 | 17h11

Foto: Felipe Rau/ Estadão

Foto: Felipe Rau/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

O juiz Gustavo Coube de Carvalho, da 5ª vara cível do Fórum Central da Comarca de São Paulo, acaba de negar o pedido de suspensão da reintegração de posse do terreno de 23,7 mil metros quadrados conhecido como Parque Augusta, na região central de São Paulo.

Ativistas estão acampados ali desde 17 de janeiro – e prometem uma “resistência pacífica”. A reintegração de posse, garantida pelo Poder Judiciário, está marcada para acontecer amanhã pela manhã, com força policial. O terreno pertence às construtoras Cyrela e Setin, que pretendem erguer no local um conjunto de edifícios.

O pedido de suspensão havia sido protocolado na tarde desta terça, 3, pela Sociedade dos Amigos, Moradores e Empreendedores do Bairro de Cerqueira César (Samorcc).

Leia mais:
>Vereadores querem ajuda de Haddad para impedir reintegração de posse.
>Dinheiro ‘do Maluf’ pode ser usado para Parque Augusta.
>Lei determina parque em 100% do terreno.
>Outra visão sobre a questão do Parque Augusta, pelo arquiteto Benedito Lima de Toledo.
>Associação defende projeto das construtoras.
>Associação quer permuta para que a Prefeitura assuma o controle do Parque Augusta.
>Presidente de construtora detalha como é o projeto do parque.
>Entenda o histórico do Parque Augusta.