Ouro no parque
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ouro no parque

Em 1988, operários encontraram ouro em pleno subsolo do Parque do Ibirapuera. Eles cavavam um túnel para interligar as avenidas 23 de Maio e Juscelino Kubitschek – obra que só seria inaugurada em 1995, sob o nome de Complexo Viário Ayrton Senna. A 23 metros de profundidade, eles extraíram quatro quilos de cascalho roxo, do

Edison Veiga

20 de agosto de 2014 | 07h32

Foto: Monica Maia/ Estadão

Em 1988, operários encontraram ouro em pleno subsolo do Parque do Ibirapuera. Eles cavavam um túnel para interligar as avenidas 23 de Maio e Juscelino Kubitschek – obra que só seria inaugurada em 1995, sob o nome de Complexo Viário Ayrton Senna. A 23 metros de profundidade, eles extraíram quatro quilos de cascalho roxo, do qual foram retirados 4 décimos de grama de ouro (a reportagem completa, publicada na época, pode ser lida em oesta.do/ouronoibirapuera). Essa é uma das histórias curiosas do parque mais famoso de São Paulo, que completa 60 anos na próxima quinta-feira (21).

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 15 de agosto de 2014

Tem Twitter? Siga o blog

Tudo o que sabemos sobre:

HistóriaParque do IbirapueraSão Paulo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: