Os casarões estão acabando
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os casarões estão acabando

Edison Veiga

24 de julho de 2013 | 00h14

DO FUNDO DO BAÚ

FOTO: REPRODUÇÃO

No último dia 9,um casarão foi demolido na Avenida Paulista. Nesta cidade da grana que ergue e destrói com a mesma facilidade, trata-se de uma história recorrente. Emblemático foi o caso da residência que ilustra esta nota, construída em 1896. Ficava na esquina da Paulista com a Alameda Joaquim Eugênio de Lima e era a síntese dos estilos arquitetônicos diferentes: uma mistura do gótico, do modernista e do neoislâmico. A demolição dessa casa foi traumática para a sociedade paulistana. No dia 20 de junho de 1982, perto das 2h, o imóvel foi parcialmente destruído por motoniveladoras. Alguns meses antes, a família Lotaif, então proprietária do casarão, havia se recusado a receber a notificação da Secretaria Municipal da Cultura de que o imóvel entraria em estudo para o tombamento.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 19 de julho de 2013

Tem Twitter? Siga o blog

Tendências: