Os bichos do Rodoanel
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os bichos do Rodoanel

Edison Veiga

03 de maio de 2012 | 12h53

A construção do Trecho Norte do Rodoanel está para sair do papel. Qual o impacto que isso terá sobre a fauna da região?
Essa é uma questão muito importante. De acordo com o Estudo de Impacto Ambiental produzido por uma equipe a pedido da Dersa, vivem na região, de Mata Atlântica, 354 espécies de anfíbios, répteis, mamíferos e aves, além de uma infinidade de insetos. Conversei com o biólogo Luís Silveira, curador das coleções onitológicas do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, e ele me disse que o problema é que muitas espécies detectadas na região são extremamente sensíveis a alterações em seu habitat.

Mas há um plano da Dersa para diminuir esse impacto, não?
A ideia é que os bichos sejam espantados da área afetada, buscando com isso reduzir o impacto sobre a vida selvagem, principalmente no caso de mamíferos de médio e grande porte e aves. De acordo com um documento da Dersa que especifica esse trabalho, o afugentamento dos da fauna será feito por meio de procedimentos sincronizados e direcionados. Uma equipe técnica usará apitos e buzinas para espantar os animais. Essa fauna com maior poder de mobilidade, digamos assim, passa a utilizar, então, outras áreas de floresta, longe da rodovia. No caso de animais com menor capacidade de deslocamento, estão previstos resgates e remoções.

E o que vai acontecer com os bichinhos que, eventualmente, forem mortos?
Serão encaminhados para estudos científicos.

(sinopse da coluna exibida em 16 de abril pela rádio Estadão ESPN)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: